Home

Últimas Notícias

Parlamentares de Uganda agradecem a Deus por país não ter morte por Covid-19

Nenhum comentário MUNDO CRISTÃO

Parlamentares de Uganda agradecem a Deus por país não ter morte por Covid-19

Os legisladores de Uganda realizaram orações interdenominacionais para marcar o início da 5ª e última sessão do 10º Parlamento.

As orações foram dirigidas pela presidente do Parlamento, Rebecca Kadaga, em uma sessão no edifício do Parlamento na quinta-feira (09). O tema do encontro foi a passagem bíblica “Porque quando estou fraco, sou forte”.

A vice-presidente, Jacob Oulanyahe, a presidente Rebecca Kadaga e representantes do Executivo e do Judiciário durante as orações realizadas no Parlamento. (Foto: Reprodução / Parliament)

Rebecca disse que estava agradecida a Deus pela saúde dos parlamentares por executar seu trabalho de forma produtiva e pelo fato de que Uganda não registrou nenhuma morte pela pandemia do Covid-19.

Segundo o site da Universidade Johns Hopkins, que monitora a pandemia no mundo inteiro, Uganda registra 1.006 pessoas contaminadas e nenhuma morte. Esses dados são do dia 10 de julho.

A presidente do Parlamento disse que, dentro das orientações médicas, pediria ao governo que considerasse reabrir os locais de culto.

"O fato de termos nos reunido aqui para orar é um testemunho de que podemos chegar a um acordo para orações científicas nos locais religiosos de culto", disse ela.

As orações foram feitas pelo vice-presidente, Jacob Oulanyah, pelo chefe do governo, Ruth Nankabirwa, a líder da oposição no Parlamento, Betty Aol Ocan e representantes do Judiciário.

Gratidão

A oradora também expressou sua gratidão ao Parlamento e sua equipe por continuar trabalhando e entregando 100% de seu trabalho a 30%.

"A maioria dos funcionários trabalha em casa com apenas alguns na estação e entregou excepcionalmente, independentemente das circunstâncias", acrescentou.

Hon. Cecilia Ogwal (FDC, distrito de Dokolo) disse que, mesmo sem mortes de Covid-19, houve várias mortes resultantes de dificuldades originárias do bloqueio e apelou ao governo para que institua medidas para coibir isso.

"Perdemos mães grávidas devido a restrições de transporte e as pessoas foram mortas pelo pessoal da Unidade de Defesa Local reprimindo suspeitos de violar as diretrizes de bloqueio pandêmico", disse Ogwal.

O Ministro Responsável pelos Deveres Gerais, Exmo. Mary Karooro Okurut, orou pela unidade no Executivo, no Legislativo e no Judiciário, para que a linha de comunicação permaneça aberta e fluida. Com formas funcionais de comunicação e convivência harmoniosa entre os líderes, teremos um governo bem-sucedido.

Ruth Byoona, Diretora do Gabinete do Líder da Oposição, orou para que os servidores públicos entendessem seu chamado que exerce lealdade, diligência, eficiência, profissionalismo, eficácia e inovação.

"Oramos por funcionários públicos que não sejam corruptos, não busquem autoengrandecimento ou procurem usar suas posições para acumular riqueza", acrescentou.

Byona orou por um ambiente de serviço público que defenda a meritocracia, a eficiência e a excelência, a fim de apoiar adequadamente a liderança política no exercício de suas funções.

A 5ª Sessão do 10º Parlamento teve início em junho e está prevista para terminar em maio do próximo ano.

Do site GUIA-ME

LEIA TAMBÉM

Total
1
Share