Home

Últimas Notícias

Palestinos que declararam apoio a Israel são presos por seu próprio governo

Nenhum comentário MUNDO CRISTÃO

Palestinos que declararam apoio a Israel são presos por seu próprio governo

A Autoridade Palestina prendeu pelo menos seis palestinos que disseram ser a favor da anexação de Israel a partes da Cisjordânia, informou a AFP na terça-feira.

As prisões ocorreram depois que a televisão israelense transmitiu uma reportagem em junho, com entrevistas secretas com palestinos que contradiziam a Autoridade Palestina, afirmando que não se opõem aos planos de anexação de Israel. Suas vozes estavam distorcidas e seus rostos embaçados para proteger suas identidades.

Muitos dos entrevistados criticaram a Autoridade Palestina como um governo “falido” e “corrupto” e expressaram seu desejo de obter a cidadania israelense se Israel estendesse a soberania a até 30% da região da Cisjordânia — também chamada de Judéia e Samaria.

"Quero uma carteira de identidade israelense", um palestino é ouvido dizendo. Outro disse que não vê "os israelenses como inimigos”. Outro disse que "escolheu" ficar do lado de Israel e não tinha medo de falar.

Tzvi Yehezkeli, jornalista israelense que produziu o relatório, disse à AFP que alguns dos palestinos apresentados no vídeo foram presos pelas forças de segurança de acordo com suas famílias.

"Fiquei surpreso ao ver que, embora tenha obscurecido o rosto de todas as pessoas que filmei e distorcido suas vozes, a Autoridade alcançou e prendeu (algumas) delas, é simplesmente incrível", disse ele.

Um parente de um dos homens presos disse que ele foi detido pela polícia palestina por várias semanas e que compareceria ao tribunal em breve.

Ele disse que, apesar do "medo" de ser preso, ele espera conseguir cidadania israelense.

A Autoridade Palestina nega acusações de prender cidadãos dissidentes.

"Não prendemos ninguém em conexão com este caso", disse o porta-voz do Ministério do Interior da Palestina, Ghassan Nimr, à AFP.

Israel perdeu o prazo de 1º de julho para iniciar a anexação, uma iniciativa apoiada pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. Nenhum anúncio foi feito sobre a anexação, mas Israel diz que está negociando com o governo Trump sobre como avançar.

Netanyahu disse repetidamente que os palestinos que serão submetidos à lei israelense após a anexação não receberão a cidadania israelense.

Cerca de 88% dos palestinos se opõem aos planos de anexação de Netanyahu e o veem como o fim de um futuro Estado palestino. Uma pequena maioria de 52% dos palestinos disse que é a favor de uma luta armada, enquanto 42% se opõem à violência, de acordo com uma pesquisa do Centro Palestino de Política e Pesquisa.

Do site GUIA-ME

LEIA TAMBÉM

Total
1
Share