Home

Últimas Notícias

Disney apresenta desenho infantil com personagem principal gay que se revela aos pais

Nenhum comentário MUNDO CRISTÃO

Disney apresenta desenho infantil com personagem principal gay que se revela aos pais

A Pixar (Disney) revelou seu primeiro personagem gay na sexta-feira, com seu novo curta-metragem "Out", na plataforma de streamming Disney +, que tem chegada ao Brasil prevista em novembro deste ano.

O estúdio de animação digital da Disney estreou o desenho “Out” no final de semana através da sua série SparkShorts. O novo filme segue a história de um homem chamado Greg, que luta para se revelar como gay aos seus pais antes de morar com seu namorado, Manuel. Ele troca de corpo com seu animal de estimação mágico e consegue ouvir o que sua família realmente pensa sobre seu interesse amoroso.

"Segurando a coleira de Jim (o cachorro dele), Greg casualmente deseja em voz alta que ele seja um cachorro, e as mentes de Greg e Jim trocam magicamente os corpos. ‘Greg’ corre para brincar no quintal, onde seu pai estóico está acendendo a churrasqueira. ‘Jim’ tenta alcançá-lo, enquanto também tenta freneticamente impedir que sua mãe encontre a foto [dele e de Manuel]", diz a sinopse do filme. "'Jim' de repente percebe que [sua mãe] já não só sabe que ele é gay, mas ela também aceita".

A Disney + anunciou o filme no Twitter, chamando-o de "emocionante".

O tweet também mostra um trailer de Greg em seu quarto, ensaiando o modo como ele dirá a seus pais que ele é gay. Seu cachorro, Jim, também é visto correndo pela casa escondendo evidências do relacionamento homossexual de Greg. Em outra cena da animação digital, Greg e Emanuel chegam a se beijar.

"Out" é o primeiro lançamento da Pixar e da Disney animado a ter um personagem principal gay. O filme, voltado para crianças, foi dirigido por Steven Clay Hunter ("Wall-e", "Toy Story 2"). Max Sachar, produtor do filme, é conhecido por seu trabalho em "Coco" e "Os Incríveis 2".

A Pixar também apresentou um personagem de apoio abertamente gay este ano no filme "Onward".

Muitos filmes de animação apresentaram personagens LGBTQ nos últimos anos. O filme "Guerra nas Estrelas: A Ascensão do Skywalker" contou com um beijo entre dois soldados do mesmo sexo e o live-action "A Bela e a Fera" representou LeFou como um homem gay.

Posicionamento

Tempos atrás, quando a Disney começou a apresentar personagens gays, o evangelista Franklin Graham se posicionou com relação à agenda LGBT que a famosa produtora infantil passou a seguir.

O pastor reconheceu que a empresa de entretenimento tem a liberdade de escolher os personagens e temáticas que serão abordadas em seus filmes e desenhos, mas também convidou os cristãos de todo o mundo a não mais assistir mais as produções da empresa.

"A Disney tem o direito de fazer seus desenhos animados, é um país livre. Mas como cristãos, também temos o direito de não apoiar essa empresa. Espero que os cristãos em todo lugar digam não à Disney", destacou.

Graham afirmou que conheceu Walter Disney (fundador da companhia de mídia) e assegurou que desenhista ficaria chocado ao ver no que a sua própria empresa se transformou.

"Conheci Walt Disney quando eu ainda era um menino. Ele foi muito gentil comigo, com meu pai, Billy Graham e meu irmão mais novo, quando o visitamos. Ele ficaria chocado ao ver o que aconteceu com a empresa que ele mesmo fundou", afirmou o pastor.

O evangelista então fez um apelo aos cristãos, pedindo para que aqueles que sentiram ofendidos pela inclusão da agenda LGBT nas produções mostrem à Disney como eles estão se sentindo.

Do site GUIA-ME

LEIA TAMBÉM

Total
2
Share