Home

Últimas Notícias

Brancos se ajoelham em oração pedindo perdão a negros por “anos de racismo”

Nenhum comentário MUNDO CRISTÃO

Brancos se ajoelham em oração pedindo perdão a negros por “anos de racismo”

Ajoelhados em um momento de oração, cristãos brancos pediram perdão aos negros depois de anos de racismo sistemático em encontro no bairro onde George Floyd cresceu em Houston, no Texas.

Os pedidos de justiça pela morte de Floyd, após ação da polícia de Minneapolis, não foram feitos apenas em protestos violentos. Vigílias de oração marcaram as manifestações nas ruas, incluindo na Third Ward, uma comunidade negra em Houston.

“Deus Pai, pedimos perdão a nossos irmãos e irmãs negros por anos e anos de racismo”, orou um dos homens brancos, ajoelhados diante de um grupo de cristãos negros na Third Ward.

A ação foi chamada de “praytest”, um jogo de palavras em inglês que significa “protesto de oração”, para se diferenciar da violência que acontece em outras partes dos EUA.

Em imagens registradas pela Fox News, um homem branco diz com os olhos fechados e a mão no peito: “Oro pelos meus irmãos e irmãs brancos, pretos e marrons que tiveram a coragem de expor o racismo flagrante em meu próprio coração”.

“Oramos para que homens e mulheres negros se libertem do medo e da falta de esperança”, comentou um cristão.

Em um vídeo obtido pela Click 2 Houston, os negros se emocionaram e também se ajoelharam para orar com os brancos. “Precisamos mostrar um símbolo que realmente pedimos desculpas pelo que foi feito aos nossos irmãos e irmãs negros”, disse à Fox 26 o co-organizador Bobby Herring.

“Acho que há um sentimento de que a missão [de George Floyd] foi mal compreendida. Aqui estamos hoje quando a polícia se ajoelha no pescoço de um negro — o que preferimos? [A violência] ou nos ajoelhar em paz e solidariedade”, disse o pastor Johnny Gentry, da Free Indeed Church.

O protesto de oração aconteceu no bairro em que Floyd cresceu. Na vizinhança, ele era conhecido como “Big Floyd” e participou de atividades comunitárias para melhorar a vida dos jovens e ajudou a espalhar o Evangelho. Os moradores locais se lembram dele por organizar jogos de basquete, churrascos e grupos de estudos bíblicos.

Do site GUIA-ME

LEIA TAMBÉM

Total
1
Share