Home

Últimas Notícias

Adolescente abandona as drogas após experiência com Deus em retiro espiritual

Nenhum comentário MUNDO CRISTÃO

Adolescente abandona as drogas após experiência com Deus em retiro espiritual

Quando tinha apenas 14 anos, Mateo Lopera Agudelo começou a usar drogas influenciado pelo ambiente do bairro em que vivia. O adolescente morava na comunidade de Currulao, Colômbia, onde o uso de drogas é um grande problema.

“Todo dia eu aconselhava meus filhos sobre o perigo das drogas. Eu não conseguia entender por que meu filho tomou a decisão de usar drogas. O que eu fiz errado?", perguntava-se a mãe dele, Gladys.

As drogas mudaram Mateo, que de um garoto gentil passou a ser alguém agressivo e violento. Seu desempenho acadêmico começou a cair e ele foi expulso depois de usar drogas na escola.

“Quando muitos dos meus amigos começaram a usar drogas, era com estilo e eu pensei que deveria estar usando drogas, porque eu poderia ser mais poderoso de alguma forma”, diz Mateo, justificando sei ingresso nos vícios.

O que parecia uma história perdida, começou a mudar através do programa Compaixão na igreja local, onde a família de Mateo frequenta e o garoto também fazia parte, desde os cinco anos de idade.

O resgate

Uma das coisas que atraiu o jovem Mateo foi a música, pela qual ele é apaixonado. Ele conta que sabia que precisava continuar participando do programa para poder tocar bateria em eventos.

A equipe da Compaixão sabia do uso de drogas, mas optou por não falar diretamente sobre isso, mostrando simpatia por Mateo. Foi essa postura dos cristãos da Compaixão que Deus usou para salvar Mateo de um problema que estava destruindo sua vida.

"Quando cheguei ao projeto, nunca me senti rejeitado pelas pessoas de lá", diz Mateo. "Eles diziam 'Mateo, você veio!', cheios de felicidade."

Por meio de um retiro espiritual organizado organizado pelo centro, Mateo, que estava com 16 anos, decidiu entregar sua vida a Jesus, aceitando-o como seu Salvador e parou de usar drogas.

Vida transformada

As pessoas ao redor de Mateo mal podiam acreditar em sua transformação. Ele começou a frequentar a escola novamente com boas notas e espera estudar mecânica para poder ter sua própria oficina.

Hoje Mateo influencia outros jovens. Ele prega a bondade de Deus e procura oportunidades para prestar seu testemunho, para que outros estejam cientes dos perigos do uso de drogas.

“O projeto foi a porta que permaneceu aberta para Mateo quando outras foram fechadas. A equipe do projeto ajudou Mateo e mostrou a ele o amor de Deus. Deus tocou a vida de Mateo através do projeto”, diz seu pai, Eduardo.

"Eu pensava que podia fazer as coisas sozinho, mas agora sei que, por todas as coisas, tenho força, em Cristo me fortalecer", diz Mateo. “Não há nada melhor do que entregar nossas vidas a Jesus. Vou viver para servir a Deus.”

Do site GUIA-ME

LEIA TAMBÉM

Total
1
Share