Home

Últimas Notícias

Igreja doa 3 milhões de refeições a famílias necessitadas durante pandemia na Índia

Nenhum comentário INTERNACIONAL MUNDO CRISTÃO

Igreja doa 3 milhões de refeições a famílias necessitadas durante pandemia na Índia

A crise gerada pela pandemia coronavírus em todo o mundo não tem ficado restrita apenas ao colapso nos sistemas de saúde de diversos países e também ao rápido contágio e mortes causadas pelo vírus, mas também tem surtido efeitos graves na economia mundial e agravado a fome e a miséria. Porém, igrejas e organizações cristãs têm se mobilizado para ajudar os necessitados nesse momento de crise, como o pastor Michael Brown relatou em um artigo para o Christian Post.

Em seu texto, o pastor e colunista contou sobre o trabalho realizado por uma igreja da Índia, que doou mais de 3 milhões de refeições durante a pandemia.

“A história é notável, para a glória de Deus. É uma história que precisa ser contada. Mas primeiro, precisamos contextualizá-la”, explicou Brown. “Eu conheci Satish Kumar em Hyderabad, Índia, em 1995. Ele era um jovem, relativamente novo no ministério e no início de sua jornada”.

“Quando nos conhecemos em 2015, ele estava pastoreando a igreja que mais cresce no mundo, tendo explodido de 25 para 130.000 membros em apenas 10 anos. (Eu estava lá para testemunhar o milagre em primeira mão)”, acrescentou.

Pastor Michael continuou seu texto, explicando que Kumar entrou em contato com ele, não para atualizar dados sobre o crescimento de seu ministério na Índia, mas sim para falar de outra ação.

“Mas não foi por isso que o pastor Kumar entrou em contato comigo em 22 de maio. Em vez disso, foi para compartilhar um vídeo comigo que contava uma incrível história de compaixão e provisão”, explicou.

Em seu contato com Brown, o pastor Kumar lhe contou que, cerca de dois meses atrás, ele ouviu Deus lhe dizer: “Armazene comida”.

“Ele estava preocupado com o bem-estar de seus congregantes durante a pandemia e pensou em como Deus usava José no Egito para armazenar alimentos em preparação para a fome que se aproximava. E com as medidas de lockdown ficando mais severas e muitos dos membros mais pobres nem sequer tendo acesso a um supermercado, isso poderia ser uma questão de vida ou morte”, destacou Brown.

O pastor Kumar pensou consigo mesmo que, talvez, a igreja pudesse armazenar cerca de US$ 100.000 em comida, e ele compartilhou isso com sua equipe de liderança.

Mas então ele sentiu que estava pensando muito pequeno. Por fim, ele sentiu que a igreja deveria reunir e armazenar 700 toneladas de comida. Mas onde eles poderiam obter tanta comida?

Então, ele deu a palavra a todos que podia e sua igreja, sacrificialmente fez as doações. Ele também organizou a coleta de alimentos de todos os fornecedores que doariam.

Então, suas equipes começaram a embalar a comida em caixas de papelão, o suficiente para fornecer três refeições por dia para quatro pessoas durante um mês. E, usando sua grande rede de mídia e mídia social, ele postou um número gratuito para o qual as pessoas poderiam ligar. Quem quer que precise de ajuda receberia da igreja.

A ajuda seria dada independente da religião da pessoa, o que significava que a igreja estava disposta a ajudar hindus, muçulmanos e cristãos.

“O coronavírus não tem casta, credo, região, nem religião. Da mesma forma, mesmo o amor de Cristo não tem região, nem religião. Por isso, decidimos dar esses kits para aqueles que nos ligaram on-line, incluindo sacerdotes hindus, pastores e imãs muçulmanos, que receberam os kits”, contou o pastor Kumar a Michael Brown.

Não havia nenhuma Bíblia ou folhetos foi dentro das caixas, pois isso teria causado a ira das autoridades hindus que governam a nação. Por isso, quando funcionários do governo examinaram as caixas, esperavam encontrar materiais evangelísticos entre os alimentos, mas não viram nada que pudesse “incriminar” o pastor e seu ministério. Apenas a foto do pastor Kumar e da igreja do lado de fora da caixa.

Então, no 22 de maio, a igreja foi além do seu objetivo de armazenar 700 toneladas de comida, atingindo agora 800 toneladas. Até o momento, 37.000 famílias receberam provisões completas por um mês, todas de uma única igreja. Isso equivale a mais de três milhões de refeições no total.

Testemunhos

Os voluntários que entregavam as caixas para uma família foram surpreendidos por testemunhos impactantes. Um deles foi compartilhado por uma mãe que estava desamparada, com seus filhos passando fome. Então, ela havia decidido tirar a própria vida. Ela pendurou uma corda em sua pequena casa e estava prestes a se enforcar, mas ouviu alguém bater à sua porta batida na porta.

Os trabalhadores tinham acabado de chegar com a caixa de comida e a mãe, atordoada e agradecida além das palavras, mostrou-lhes a corda que usaria para se enforcar. Os voluntários então a acalmaram e lhe deram suporte.

O pastor Kumar também me disse que estava profundamente sobrecarregado pelo bem-estar espiritual de seu rebanho. Assim, nas últimas 64 noites, sem interrupção, ele transmitiu do prédio de sua igreja, a ‘Calvary Temple’, cultos com pregações de 60 a 90 minutos. E agora, famílias que não compareceriam aos cultos estão recebendo o Evangelho.

“Jesus está sendo exaltado e a pandemia está sendo redimida. Famílias inteiras estão adorando a Deus em seus lares”, observou o pastor Michael Brown.

Não apenas isso, mas como todas essas famílias estavam isoladas em razão do lockdown, com muito tempo disponível, o Pastor Kumar os desafiou a ler a Bíblia inteira em um mês. Aqueles que fizessem isso teriam seus nomes colocados em um sorteio com o ganhador recebendo uma viagem grátis a Israel.

“Milhares de famílias estão ocupadas lendo a Bíblia juntos. Uma garota de 11 anos terminou de ler a Bíblia em 6 dias. Isso é uma conquista”, relatou o pastor Kumar.

Do site GUIA-ME

LEIA TAMBÉM

Total
2
Share